Dados surpreendentes sobre socialização



Ouvindo uma série de entrevistas com Margarita Noyes, professora de inglês que fez homeschooling com seus quatro filhos, gostei muito do que ela falou sobre socialização, no programa 6. Eis o trecho:

Primeiro você tem que compreender a definição da palavra socialização: não significa sair e se divertir com seus amigos. Significa aprender a se comportar apropriadamente em uma ampla gama de contextos sociais. Minha mãe costumava dizer que temos que ficar confortáveis tanto tomando chá com a rainha quanto comendo um cachorro quente com um morador de rua, e assim estaremos realmente socializados.

Então a questão é: como o ser humano torna-se suficientemente bem-formado para saber como se comportar apropriadamente em todas as situações sociais? Tem sido feitas pesquisas sociológicas sobre isso e nos resultados foram descobertos padrões; e são resultados muito surpreendentes. O que as pesquisas mostram é que: 

[Em primeiro lugar] para as crianças serem mais saudáveis, mais bem socializadas, elas precisam de mais tempo com adultos. A criança tem uma necessidade urgente de estar com adultos, e também precisa de grande quantidade de tempo com adultos. 

A segunda necessidade da criança é a de ter tempo para ficar sozinha. E você sabe, a criança que está na escola quase não tem tempo para ficar sozinha. Mas é durante o tempo que ela está sozinha que o cérebro processa o que entra e que desenvolve a compreensão do mundo. 

Depois de tempo com adultos e depois de tempo a sós, a necessidade mais urgente da criança é de estar com crianças mais velhas. Das crianças mais velhas, a criança aprende a ser uma seguidora. A criança também precisa brincar com crianças mais novas. Com as crianças mais novas, ela aprende a ser uma líder.

E finalmente, temos o que a criança menos precisa, tanto em relação a necessidade quanto em relação a quantidade de tempo, e isso é o tempo com os colegas da mesma idade. Desses colegas, a criança aprende a negociar, aprende a dividir, esse tipo de coisa.

A maneira como Deus criou a família é a ideal para a socialização de um ser humano: 

- a criança passa a maior parte do tempo com adultos que cuidam dela, os pais ou outros adultos da comunidade;
- ela tem bastante tempo para ficar a sós;
- ela tem oportunidade de estar tanto com as crianças mais velhas quanto com as mais novas;
- e finalmente, ela tem um pouco de tempo para ficar com amigos da mesma idade, mas não todo dia, não com muita frequência, não por muito tempo, e isso é perfeito, é ideal para a socialização de um ser humano.

Isso é exatamente o oposto do que acontece no sistema de ensino público, e é por isso que as crianças nos EUA são tão mal socializadas. Elas só sabem se relacionar com crianças da mesma idade, não sabem se relacionar com crianças mais velhas ou mais novas, ou com adultos. E elas também não conseguem ficar sozinhas e só querem estar com seus colegas da mesma idade o tempo todo.

[Mariana comenta]: por causa desse tipo de socialização, as crianças educadas em casa são muito mais maduras do que as crianças que vão para a escola, e a Margarita disse que concorda e que nos EUA as crianças educadas em casa geralmente estão muito à frente das crianças das escolas públicas em todas as áreas. 

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas